Páginas

Mural










18.8.08

Memórias II




Os documentos, também, enviados por Sylvia Cardoso Ferraz. À esquerda, documento sobre a época da escravidão e a gravura de Vicente da Costa Taques Goes e Aranha, pai de Ana Brandina Taques Goes de Aranha, segunda esposa de João de Almeida Prado, avô de João de Almeida Prado Jr.
O documento do centro é do Asilo Imaculada Conceição, artigo do jornal da cidade de 1916.
Carolina Ferraz de Almeida Prado fundou o Asilo Imaculada Conceição com o auxílio da Superiora do Colégio São José, Irmã Paulina. O Asilo iria abrigar órfãs que receberiam boa educação e instrução religiosa. O edifício foi construído ao lado do Colégio São José, com participação de sociedade jauense.
Hoje o asilo não existe mais.








Fragmentos do Caderno de Francês do Colégio Patrocínio de Itu, de Carolina Ferraz de Almeida Prado, 1886.
Escreve Sylvia que quando D. Pedro II visitou o Colégio, as Irmãs colocaram nas primeiras carteiras os cadernos mais bonitos. Esse Caderno foi um dos escolhidos e esteve nas mãos de D. Pedro II, o qual elogiou sua bonita letra e os bons exercícios.



Homenagem prestada pela Assembléia Legislativa Paulista a José Prado da Costa Cardoso, com seu nome ao Fórum da Cidade, pelo Projeto de Lei no. 7 de 1979, do Deputado Estadual José Felício Castellano, nos documentos acima.











Nenhum comentário: