Páginas

Mural










22.6.08

João Pacheco de Almeida Prado (Parte II)

Joanico Prado viveu a maior parte da sua vida no município de Jaú, norteando sempre a sua conduta por este lema: “Fazer o bem sem olhar a quem”. Assim, nunca foi tomado pela inveja ou pelo ódio e nunca perseguiu ninguém. Foram por ele somente praticados atos de benemerência e isto para com quem quer que fosse e sempre ocultando os benefícios que fazia, alguns dos quais se tornaram conhecidos através de declarações dos próprios favorecidos. Cultuou, desse modo, religiosamente as virtudes cristãs, dignificando a sua terra e a sua gente.
Na vida pública, João Pacheco de Almeida Prado foi membro do Diretório do Partido Republicano do Jaú, então chefiado pelo coronel Edgard Ferraz do Amaral, tendo sempre cooperado eficientemente em todos os melhoramentos realizados neste município. Concorreu para a construção da Igreja Matriz Nossa Senhora do Patrocínio, do antigo Ateneu Jauense, hoje colégio São Norberto, para a fundação da antiga Empresa Força e Luz do Jaú, atualmente incorporada a Companhia Paulista de Força e Luz S.A., da Santa Casa de Misericórdia. E pouco antes de falecer, juntamente com seu irmão Vicente de Almeida Prado Neto, também há pouco tempo falecido nesta cidade, fez a doação aquele estabelecimento hospitalar do Pavilhão que, em homenagem a memória de seu pai, recebeu a denominação de “Pavilhão João Pacheco de Almeida Prado”. Contribuiu ainda para a fundação de outras instituições de caridade existentes em Jaú e que muito honram a nossa cidade.
Para seus colonos e empregados, João Pacheco de Almeida Prado foi sempre um amigo e protetor, havendo mesmo encaminhado muitos deles na agricultura e em outras atividades. Sua bolsa estava sempre aberta aos que necessitassem de seu auxílio, e, onde quer que fosse, o seu nome era lembrado com respeito e como protótipo de bondade e honradez.
João Pacheco de Almeida Prado, após uma vida dedicada ao trabalho e cheia de nobres qualidades, faleceu em Jaú, sua terra natal, a 4 de agosto de 1937.
Do seu consórcio com d. Maria da Conceição Cintra Pacheco, também já falecida, deixou os seguintes filhos que seguem todos os magníficos exemplos paternos: dr. João Pacheco de Almeida Prado Filho, já falecido, que foi casado com d. Esther Moreira de Almeida Prado; dr. Antonio Pacheco de Almeida Prado, casado com d. Gertrudes Sampaio de Almeida Prado; Octavio Pacheco de Almeida Prado, viúvo de d. Benedita Ferraz de Almeida Prado; d. Francisca de Almeida Sampaio, casada com o sr. Sylvio de Almeida Sampaio; d. Escholastica Pacheco de Almeida Prado Amaral, viúva de Antonio de Souza Amaral; Paulo Pacheco de Almeida Prado, casado com d. Maria do Carmo de Almeida Prado; Sálvio Pacheco de Almeida Prado, casado com d. Sebastiana Amaral de Almeida Prado; Décio Pacheco de Almeida Prado, casado com d. Maria Cacilda de Almeida Prado; e Alceu Pacheco de Almeida Prado, que faleceu solteiro”

(texto retirado de recorte de jornal, sem data)

4 comentários:

paoliva2005 disse...

Pesquisando e tentando localizar um velho conhecido do meu pai, cheguei até esse blog que nos remete à história da familia Almeida Prado. Meu pai, Euclides Alves de Oliveira jr. foi sócio de Sálvio de Almeida Prado, nos primórdios da agência de publicidade fundada por eles em 1953. Em função desse relacionamento, meu pai conheceu também Salvador de Almeida Prado, que acabou recebendo algumas ações da empresa e é exatamente o sr. Salvador que estou tentando localizar. Meu nome é Paulo Alves de Oliveira e meu e-mail principal é " paoliva@globo.com ". Se alguém tiver alguma "pista" eu agradeço.

Oris disse...

Olá pesquisando sobre a familia Almeida Prado encontrei este site e gostaria de ter notícia de José Inácio de Almeida Prado,pois tenho guardada comigo uma carta escrita por ele e enviada á minha mãe no ano de 73 pois eles eram muito amigos e sempre ouvi ela falar dele e dizer que tem saudades e gostaria de ter alguma notícia sobre ele,então por isso comecei a pesquisar mas não consegui encontrar nada sobre ele.Faz muitos anos que ela nã tem nenhuma noticia.Será que alguém deste site pode e ajudar? O nome da minha mãe é Benedita Ap Abreu e o meu é Orisvalda do Nacimento meu e-mail é oriskfnf@hotmail.com se alguém puder me ajudar desde já agradeço.

Oris disse...

Oi d.Esther tudo bem?Obrigada por responder ao meu e-mail. Mas as informações que tenho sobre José Inácio de Almeida Prado são poucas.O que eu sei é que ele deve ter entre 56 e 59 anos,minha mãe o conheceu na Fazenda Pouso Alegre nos anos 70. Como disse no outro e-mail eu tenho uma carta que ele escrteveu pra minha mãe no ano de 71 ( Jaú 7 de outubro de 1971) ele ainda deve morar ai em Jau.Eu fazia um curso ai a uns 6 anos atrás e sempre procurei por noticias,até que um dia uma moça que fazia o curso comigo disse que a mãe dela o conhecia pois ela trabalha em uma casa que ele sempre frequenta mas me disse apenas isso. Então eu acho que ele ainda mora ai. Espero que essas poucas informações ajudem.

Oris disse...

Oi d.Esther tudo bem? Obrigada por responder meu e-mail. Mas as informações que tenho sobre José Inácio de Almeida Prado são poucas. Sei apenas que minha mãe o conheceu na Fazenda Pouso Alegre, ele deve ter entre 56, 59 anos. Como disse no outro e-mail tenho uma carta que ele escreveu pra minha mãe no ano de 71 (Jaú 7 de outubro de 1971)mas tenho penas a carta não tenho o envelope com o endereço mas ele ainda deve morar ai, pois a mais ou menos uns 6 anos eu tive uma pequena informação sobre ele. Eu fazia um curso no CEBRAC ai em Jaú e sempre procurei por noticias até que um dia uma moça da minha sala disse que a mãe dela o conhecia pois ela trabalhava em uma casa que ele sempre frequêntava mas disse apenas isso.Espero que essas poucas informações ajudem. Desde já agradeço.