Páginas

Mural










14.10.10

Breve história do Museu Republicano de Itu/SP


No ano de 1867 foi inaugurado um elegante sobrado, situado então à Rua do Carmo, atual Barão do Itaim. Construído a mando de Francisco de Almeida Prado de tradicional família de cafeicultores. Por herança passou a pertencer aos irmãos Carlos e José de Almeida Prado. Nesse edifício, a 18 de abril de 1873, reuniram-se os paulistas partidários da derrubada do regime monárquico para discutir as bases do movimento republicano da Província. Eram na sua maioria fazendeiros, comerciantes, profissionais liberais e beneficiários dos negócios da grande lavoura cafeeira. No encontro, cognominado "Convenção de Itu", foram propostos novos princípios políticos, econômicos e sociais para a organização do País e lançadas as bases do Partido Republicano Paulista, o PRP. Nos primeiros anos da República Velha, logo após a Proclamação a 15 de novembro de 1889, representantes da oligarquia cafeeira manifestaram o interesse em preservar a memória do Movimento Republicano e, com apoio de ituanos, iniciaram campanha no sentido de interessar o governo na compra da Casa da Convenção, para transformá-la em Museu. Isso somente tornou-se possível quando Washington Luís assumiu a presidência do Estado de São Paulo. Estudioso da história paulista e apreciador da região ituana, facilitou o encaminhamento da transação. Assim, a 29 de dezembro de 1921, era promulgada a Lei No. 1.856 que, autorizando a compra do solar dos Almeida Prado, destinava-o a "guardar os objetos e documentos que se relacionem com a propaganda e a proclamação da República" (Artigo 1o.) O negócio custou aos cofres públicos a quantidade de quarenta contos de réis. Exemplar da "arquitetura do café", é um dos sobrados mais significativos do patrimônio arquitetônico da cidade. Ao longo do tempo sofreu inúmeras intervenções de reformas.

2 comentários:

sara de almeida Prado disse...

Esta era a casa de meu bisvô,José Vasconcelos de Almeida Prado que foi casado com Gertrudes Neves de Almeida Prado e tiveram 11 filhos, entre eles meu avô Agostinho de Almeida Prado que foi casado com Antonia Wanderley Siqueira Campos de Almeida Prado (pernambucana) que tiveram 3 filhos entre eles meu pai Plinio Wanderley de Almeida Prado.Me Chamo Sara de Almeida Prado e moro em Joinville-SC.

Esther Pacheco de Almeida Prado disse...

OI Sara, obgada pelo seu comentário no nosso blog, seja bem vinda ao convívio familiar. Nos envie seu email para o emai da família, está no início do blog, assim vc participa da nossa lista. abçs Estherzinha Pacheco de Almeida Prado.