Páginas

Mural










6.6.08

Dom Lourenço - Uma vida dedicada a educar


Um dos mais notáveis pensadores e educadores católicos brasileiros é um parente. Quando se fala em educação no Brasil do século 20, uma das maiores referências é o médico Nelson de Almeida Prado, mais conhecido por Dom Lourenço de Almeida Prado, reitor emérito do Colégio São Bento, no Rio de Janeiro.
Nascido em Itapuí em 1911, é filho de Fernando de Almeida Prado, neto de João de Almeida Prado Junior e bisneto do Capitão João de Almeida Prado, um dos seis irmãos que se fixaram em Jaú. Em maio, Dom Lourenço completou 97 anos.
Formado pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1935, exerceu a profissão por 4 anos. Em 1937 foi nomeado assistente do reitor Tristão de Athayde, da Universidade do Distrito Federal. Em 1940 entrou para o Mosteiro de São Bento e seis anos depois era ordenado sacerdote. No ano de 1955 foi indicado para reitor, cargo que exerceu por mais de 40 anos.
Presidiu a Associação de Educadores Católicos do Rio de Janeiro, foi membro do Conselho Estadual de Educação do então Estado da Guanabara e do Conselho Nacional de Combate ao Tóxico. Membro e fundador da Academia Brasileira de Educação, pertenceu também ao Conselho Federal de Educação. É portador de várias medalhas, condecorações e diplomas honoríficos por sua atuação como educador. Dentre as condecorações destacam-se a Medalha Anchieta (1965) e o Golfinho de Ouro (1981).




Nenhum comentário: